Como os pássaros protegem os olhos da chuva?



Os pássaros possuem uma fina película que reveste o globo ocular, chamada membrana nictitante. Ela trabalha como se fosse um limpador de pára-brisa, protegendo os olhos dos pingos da chuva durante o vôo e mantendo-os sempre limpos. Esse tipo de membrana também pode ser encontrado em outros animais, como anfíbios (sapos e rãs), répteis (jacarés e lagartos) e até em alguns mamíferos (ursos e focas). Além de proteger contra a chuva, a membrana impede que os olhos dos pássaros sejam atingidos por impurezas, como poeira e partículas em suspensão no ar. Ela também evita o ressecamento provocado pelo atrito do vento com a córnea, sendo responsável pela lubrificação ocular. "A membrana nictitante é um elemento essencial na vida dos pássaros e das aves em geral", afirma a bióloga Elizabeth Höfling, da USP. Em outros animais, essa película também pode ter funções vitais diferentes, como é o caso do urso polar.

Sua membrana nictitante evita que o animal fique cego por conta da intensa claridade provocada pela reflexão da luz na neve. Outro exemplo são os porcos-da-terra, mamíferos que se espalham pelas estepes africanas e usam a película para proteger os olhos de picadas de cupins, seu prato preferido.

Pálpebra extra
Membrana transparente não atrapalha a visão

1. A membrana nictitante dos pássaros funciona como se fosse uma terceira pálpebra, que, em vez de se abrir no sentido vertical, como as pálpebras comuns, é movimentada na direção horizontal, da parte interna para a externa do olho

2. Além de ser uma proteção contra a chuva, ela não impede que o pássaro enxergue durante o vôo, pois é transparente
1 comentário

Postagens mais visitadas