O ditador invisível

O ditador invisível

Crenças limitantes são traiçoeiras.

Crenças limitantes geralmente são invisíveis.

Elas estão bem na nossa cara e não as notamos.

E apesar disso, determinam nossos comportamentos, nossas atitudes.

Pense em algo que não tem muita vontade de fazer.

Se você diz ou pensa

Isto é muito chato de fazer

Nao gosto de fazer isto

Isto dá muito trabalho

Isto não tem sentido

Não é minha responsabilidade

Estou perdendo tempo

Só de pensar me dá preguiça

etc.

Saiba que cada um desses pensamentos é uma crença limitante.

Para maioria das pessoas, é uma surpresa saber que essas frases tão comuns sejam crenças limitantes.

Às vezes nem temos consciência desses pensamentos.

No entanto, sentimos algo desagradável em nosso copo:

uma moleza, preguiça, tensão nos ombros, etc.

Ou ficamos mal-humorados, desanimados, irritados.

O que há por trás dessas sensações e sentimentos desagradáveis?

São aquelas mesmas crenças - só que não temos consciência delas.

O problema com as crenças limitantes é que elas limitam nossas possiblidades.

Nós agimos de acordo com essas crenças.

Fazemos coisas inúteis ou que nos prejudicam.

Deixamos de fazer coisas importantes - mesmo sabendo aonde tudo isso vai nos lebar.

Se eu digo que aquele trabalho é chato, eu tenho as reações e comportamentos de acordo com isso.

E tenho os resultados coerentes com tudo isso.

Seria muito estranho se eu dissesse que o trabalho é chato, que estou perdendo tempo e ao mesmo tempo estivesse sorridente, executando o trabalho com muito prazer e satisfação. Afinal, eu tenho que manter a coerência...

.

Uma ótima semana para você.

Mizuji Kajii

Postar um comentário

Postagens mais visitadas